Ministério público

Perda de Cargo de Promotor por Assédio Sexual: Um Desfecho Judicial

Perda de Cargo de Promotor por Assédio Sexual: Um Desfecho Judicial

O juiz George James, da 4ª Vara Cível de Salvador, decretou a perda do cargo de promotor de Justiça de Almiro Sena, em decorrência de sua condenação por assédio sexual de servidoras. O despacho foi publicado no Diário de Justiça Eletrônico da última quinta-feira (15), e a decisão, ainda passível de recurso, foi uma ação civil pública movida pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA).De acordo com o documento, após um processo administrativo disciplinar regular, Sena, que ocupava o cargo vitalício de promotor, foi demitido pelo Conselho Nacional do Ministério Público. Diante disso, o MP-BA solicitou a decretação da perda do…
Ver Mais
Empresário Manoel Conde Neto é condenado em investigação sobre sonegação de impostos no mercado de medicamentos

Empresário Manoel Conde Neto é condenado em investigação sobre sonegação de impostos no mercado de medicamentos

Decisão é em 1ª instância e cabe recurso. Empresário e mais seis pessoas foram condenados por crimes de ocultação de bens e organização criminosaA Justiça de São José dos Campos condenou o empresário Manoel Conde Neto e outras seis pessoas por envolvimento em um esquema de sonegação de impostos no mercado de medicamentos. A condenação é pelos crimes de ocultação de bens e organização criminosa.A decisão em 1ª instância é do juiz Brenno Gimenes Cesca, da 2ª Vara Criminal de São José dos Campos, e cabe recurso. No início da sentença, da última sexta-feira (18), ele destaca as alegações da…
Ver Mais
Gaeco realiza operação contra supostas fraudes em licitações no interior de SP

Gaeco realiza operação contra supostas fraudes em licitações no interior de SP

Um dos alvos é da ação é um ex-candidato a prefeito de Jaú (SP), que aparece como investigado no caso. Além de Jaú, as investigações incluem suspeitos nas cidades de Bariri, Itaju e Limeira; nesta última um empresário foi presoO Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público, o Gaeco, realiza na manhã desta terça-feira (8) uma operação contra crimes de corrupção, entre eles, a suspeita de irregularidades em licitações em cidades do interior de São Paulo.A ação, que tem apoio da Polícia Civil e Polícia Militar, esteve em endereços nas cidades de Jaú, Bariri, Itaju…
Ver Mais
Ministério Público abre inquérito para investigar gritos homofóbicos durante partida entre Corinthians e São Paulo

Ministério Público abre inquérito para investigar gritos homofóbicos durante partida entre Corinthians e São Paulo

No segundo tempo do jogo, árbitro paralisou o clássico na Neo Química Arena por causa dos cantos preconceituosos entoados pela torcida do Corinthians. Ato foi relatado na súmula da partida.O Ministério Público de São Paulo abriu nesta segunda-feira (15) uma investigação para apurar um caso de homofobia durante partida entre Corinthians e São Paulo pela série A do Campeonato Brasileiro, na tarde de domingo (14). Veja mais no vídeo acima.No segundo tempo do jogo, o árbitro Bruno Arleu de Araújo paralisou o clássico na Neo Química Arena por causa de gritos homofóbicos entoados pela torcida do Corinthians. O ato foi…
Ver Mais
Robôs, contas em nomes de terceiros e laranjas para receber valores: veja estratégias para fraude em apostas no futebol

Robôs, contas em nomes de terceiros e laranjas para receber valores: veja estratégias para fraude em apostas no futebol

Grupo usava várias contas para fazer apostas de valor menor sem chamar a atenção de casas de apostas. O g1 não conseguiu contato com os sites até a última atualização desta reportagem.O grupo que fraudava apostas no futebol tinha uma série de estratégias para manter a fraude. Entre elas, o uso de robôs que entravam em até 35 contas ao mesmo tempo para fazer apostas. Além disso, usavam contas nos sites de apostas em nome de laranjas que ganhavam porcentagens depois pelo empréstimo. (Veja os detalhes abaixo)Segundo o MP, para manter apostas de alto valor sem chamar a atenção para…
Ver Mais
Quem é o empresário preso por atirar em assaltante já rendido

Quem é o empresário preso por atirar em assaltante já rendido

João Henrique Marfim Stakowiak foi preso em flagrante na manhã de sexta-feira (27) porque suspeito já estava rendido por policial civil. Segundo denúncia do MP, ele também teria empurrado ex-mulher e cuidadora da filha. Um vídeo gravado pela ex-companheira do empresário João Henrique Marfim Stakowiak, que foi preso em flagrante por atirar e chutar o rosto do suspeito de roubo que já estava rendido, mostra o momento em que ele ofende e chuta a perna da vítima. João Henrique Marfim Stakowiak virou réu nesta terça-feira (30) por violência doméstica. Segundo a denúncia oferecida pelo Ministério Público em 9 de agosto, o caso…
Ver Mais
Carros blindados não usam os mesmos vidros que foram aprovados pelo Exército

Carros blindados não usam os mesmos vidros que foram aprovados pelo Exército

Uma investigação do Ministério Público de São Paulo busca apurar se milhares de pessoas estão em perigo, entre as quais membros do Judiciário e empresários. O órgão apura, desde 2012, se vidros blindados fabricados pela empresa SER Glass e vendidos por diversas blindadoras do mercado realmente param os tiros. Testes registrados em cartório — não oficiais — apontam que vidros da empresa foram perfurados em até três tiros. No entanto, o Exército Brasileiro, único órgão oficial com poder para atestar a capacidade dos produtos, garante que eles cumprem a função para a qual são designados. A empresa investigada nega as…
Ver Mais