Mais de 522 mil empresas fecharam as portas por conta da pandemia do novo coronavírus, só nos primeiros 15 dias de junho

1 Mais de 522 mil empresas fecharam as portas por conta da pandemia do novo coronavírus, só nos primeiros 15 dias de junho. São quase 40% de todos negócios que encerraram as atividades, temporária ou definitivamente, neste período, segundo o IBGE.

2Segundo o estudo, o Brasil contava com 4 milhões de empresas no início de junho, só que boa parte delas não estava funcionando. De acordo com o IBGE, 716,4 mil empresas encerraram em definitivo as atividades e 610,3 mil estavam fechadas temporariamente, nos primeiros 15 dias de junho. E boa parte dessas empresas tomaram essa decisão devido ao novo coronavírus: 522,7 mil ao todo.

3As empresas mais atingidas pela pandemia foram as de pequeno porte e as do setor de comércio e serviços. Ou seja, as empresas que representam a maior parte dos empregos formais e da atividade econômica brasileira, segundo o IBGE.

499,2% das empresas que fecharam as portas, temporária ou definitivamente, por conta da covid-19 eram de pequeno porte. Isto é, 518,4 mil de 522,7 mil. Outras 4,1 mil eram empresas de médio porte e 110 de grande porte.

5Além disso, 86,2% desses negócios eram do setor de comércio e serviços. Foram 49,5%, ou 285,5 mil empresas, no setor serviços. E mais 36,7%, ou 192 mil negócios, no comércio. O restante era da construção civil (38,4 mil) e da indústria (33,7 mil).

Cheque especial
O retrato de dois momentos durante a pandemia do novo coronavírus mostra que os juros do cheque especial praticados pelos bancos às micro e pequenas empresas caiu 3%, enquanto a taxa básica de juros foi reduzida em mais de 30%.

Na contramão
Na gama de bancos públicos, a Caixa Econômica Federal foi na contramão do BB. Houve redução nos juros comparados, em que as taxas caíram de 10,01% para 9,03% ao mês, 10% mais baixas. É uma das maiores reduções entre os bancos pesquisados.

Taxas
Dentro do time dos cinco maiores bancos, o Itaú Unibanco teve taxas 3% maiores. A média passou de 13,29% para 13,71% ao mês. Bradesco e Santander reduziram sensivelmente os juros. O primeiro cortou 3%, de 14% para 13,65% ao mês. O segundo, apenas 1% – de 13,88% para 13,78% ao mês.

Confiantes
Após ter alcançado o menor patamar da série histórica no mês passado, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio, medido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, registrou crescimento de 6,6% em julho, passando de 66,7 pontos para 69,3 pontos.

Encontro
O diretor geral do DFB Festival, Cláudio Silveira, será um dos convidados da primeira edição do “Juntos”, evento virtual realizado pelo Busca Têxtil, plataforma que une empresas do mercado têxtil. A transmissão acontece no próximo dia 20 de julho, às 20 horas, no canal do Busca Têxtil no YouTube (youtube/buscatextil).

Encontro II
O encontro tem como objetivo discutir as novas prospecções do mercado têxtil diante do novo cenário da economia, apresentando as ações dos principais feiras e eventos do setor. “Essa iniciativa também vai contar com um time de profissionais do segmento, onde vamos realizar um bate-papo sobre a retomada do setor têxtil. Fico muito feliz de apresentar nossas ações do DFB neste encontro tão rico de conteúdo e troca de experiências”, comenta Cláudio. Para mais informações do evento virtual “Juntos”, basta acessar o Instagram da plataforma (@buscatextil).

O post Mais de 522 mil empresas fecharam as portas por conta da pandemia do novo coronavírus, só nos primeiros 15 dias de junho apareceu primeiro em O Estado CE.