Ceará tem 139.437 casos de Covid-19, com 6.977 mortes pela doença


Dados são da plataforma IntegraSUS, atualizada às 10h25. O transporte rodoviário foi retomado no Ceará, com exceção das cidades em lockdown.
Helene Santos/SVM
O Ceará contabiliza 139.437 casos confirmados da Covid-19, com 6.977 mortes em decorrência da infecção, segundo informações da plataforma Integrasus, atualizada às 10h25 desta terça-feira (14).
Sindicato de escolas particulares propõe que volta às aulas no Ceará seja com ensino híbrido
Governo do Ceará começa a discutir nova fase do plano de retomada em Fortaleza nesta terça
O número de recuperados da doença chegou a 113.509. Há ainda 595 mortes em investigação e 71.298 casos suspeitos do novo coronavírus. Já foram realizados 354.277 testes para detectar o novo coronavírus no Ceará.
Fortaleza
Fortaleza lidera os índices da doença no Estado e é a segunda cidade em número de casos no Nordeste. A capital registra 38.368 casos confirmados e 3.536 mortes. O levantamento do Consórcio Nordeste indica que outras três cidades também aparecem na lista das 20 cidades do Nordeste com maior número de casos confirmados: Sobral (8.544), Caucaia (4.485) e Maracanaú (4.466).
Na Região Metropolitana de Fortaleza, Caucaia e Maracanaú têm 304 e 214 óbitos pela doença, respectivamente. Caucaia é a segunda cidade cearense em número de mortes. As cidades Região de Saúde de Fortaleza estão na fase 2 do processo de reabertura econômica, enquanto a capital está na fase 3.
Sobral
Em Sobral, principal cidade da Região Norte, 262 pessoas não resistiram à doença. Uma pesquisa da Secretaria de Saúde do Estad (Sesa) indica que 24 mil pessoas já podem ter anticorpos para o novo coronavírus em Sobral. Um outro estudo, publicado pela Universidade Federal de Pelotas no início de julho, indica que 26,4% da população sobralense foi infectada pelo vírus. (veja na reportagem abaixo)
Cariri
Juazeiro do Norte apresenta os maiores índices do Cariri, com 4.241 diagnósticos positivos e 148 mortes pelo novo coronavírus. A cidade está em lockdown, na tentativa de barrar a infecção. O isolamento social rígido também está valendo para as cidades de Crato, Barbalha, Brejo Santo e Iguatu.
Outras cidades
O número casos confirmados também se destaca em Maranguape (2.475), Quixadá (2.356), Camocim (2.001) e Acaraú (2.000).
Veja outras informações da plataforma:
A taxa de ocupação das UTIs cearenses é de 71,54%;
A taxa de ocupação das enfermarias cearenses é de 40,29%;
A letalidade da doença no Estado é de 5%.
Os números apresentados pela Secretaria da Saúde são atualizados permanentemente e fazem referência à disponibilidade dos resultados dos testes para detectar a presença dos vírus, ou seja, não necessariamente correspondem à data da morte ou do início da apresentação dos sintomas pelo paciente.
Sobral e Tianguá avançam para a fase de transição
Veja como ficam as regiões no plano de retomada econômica:
A capital cearense continua na etapa 3, e as barracas de praia podem funcionar;
Demais cidades da macrorregião de Fortaleza seguem na Fase 2;
Macrorregião do Sertão Central, Litoral Leste seguem na Fase 1;
Região Norte para fase de transição;
Cidades da região Cariri e Centro-Sul mais afetadas (Juazeiro, Crato, Barbalha, Brejo Santo e Iguatu) seguem em isolamento social rígido “por mais uma semana”.
O plano de retomada das atividades não essenciais tem um ciclo de transição em quatro fases. E cada uma dura 14 dias. Os municípios do Ceará estão em diferentes estágios em relação ao plano conforme a gravidade do cenário da doença, sendo a capital a cidade com maior nível de reabertura.
Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença
Foto: Infografia/G1
Initial plugin text