Aluna do Ceará é destaque em Congresso de Odontologia em São Paulo


Maria Carlina Sampaio foi a única acadêmica a ter trabalho selecionado no XXIV Congresso Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial (Cobrac). O professor Saulo Ellery e a estudante de Odontologia Maria Carlina, desenvolveram estudo sobre o tratamento de lesões mandibulares
Ares Soares/Unifor
A estudante Maria Carlina Sampaio, aluna do 9º semestre de Odontologia da Universidade de Fortaleza (Unifor), foi destaque no XXIV Congresso Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial (Cobrac), que ocorreu nos dias 04 a 09 de setembro, no World Trade Center, em São Paulo. A aluna foi a única acadêmica a ter o trabalho selecionado para apresentação na arena principal para o público do congresso, tendo alcançado 3º lugar na classificação geral da categoria “Pôster”, a única que permitia a participação de estudantes de graduação, além de graduados e especialistas.
O trabalho, intitulado como “Tratamento cirúrgico de fibroma ossificante periférico em mandíbula: Relato de caso”, foi um estudo de caso atípico conduzido nas clínicas de Odontologia da Unifor, desde o diagnóstico e a biópsia até o tratamento e remoção da lesão. O caso chamou atenção principalmente por sua localização incomum, na porção posterior à mandíbula.
O professor Saulo Ellery, professor de Odontologia e orientador do projeto, constata estar orgulhoso do resultado do trabalho e constata que a dedicação da aluna foi essencial para os bons resultados. “O trabalho bem documentado e a forma dela se expressar ao apresentá-lo foram essenciais para sua conquista. Fico muito feliz, pois nós [professores] nos realizamos por meio de nosso alunos E era notório a felicidade dela”.
O professor André Viana, coordenador do Curso de Odontologia da Unifor, destaca o alto nível de formação dos alunos do curso e o estímulo dado pelo corpo docente no incentivo à pesquisa. “Esse prêmio evidencia o padrão de excelência do nosso alunato. Pelo fato de a Maria Carlina ser a única acadêmica a figurar no meio de cirurgiões, já comprova”, salienta.
A aluna afirma que a experiência foi enriquecedora, pois ainda não havia participado de evento dessa espécie, e ressalta sua satisfação pelo próprio esforço e pelos de seu professor que a levaram ao terceiro lugar. “É uma grande equipe de professores que estão sempre disponíveis, apoiando e incentivando a iniciação científica e a pesquisa”, explica. A estudante também foi premiada com a inscrição do 14º Congresso Paulista de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial (Copac), que ocorrerá nos dias 25 a 27 de outubro de 2018.
O fibroma ossificante periférico é uma patologia que acomete a cavidade bucal na qual são encontrados focos calcificados, tendo normalmente a coloração avermelhada, ocorrendo normalmente na parte anterior à mandíbula. A massa gengival apresentar superfície brilhante e opaca e textura e contorno irregulares, sendo um caso clínico para especialistas em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial.