Candidatos à Prefeitura de Maracanaú nas eleições de 2020: veja quem são


Cidade tem mais de 160 mil eleitores, quarta maior concentração de votantes no Ceará. Candidatos à Prefeitura de Maracanaú
Reprodução
Com mais de 160 mil eleitores e quarto maior colégio eleitoral no Ceará, a cidade de Maracanaú terá quatro candidatos ao poder executivo nas eleições 2020. O atual prefeito, Firmo Carmuça, está em seu segundo mandado e não pode tentar uma nova reeleição.
As candidaturas ainda dependem de confirmação da Justiça Eleitoral. Os candidatos aprovados pela Justiça vão iniciar a propaganda eleitoral em 27 de setembro (veja o cronograma das eleições 2020 ao fim desta reportagem).
Daniel Baima (PT)
Daniel Baima, candidato à Prefeitura de Maracanaú
Divulgação
O PT confirmou a candidatura de Daniel Baima à prefeitura do município. Oposição à gestão atual, a chapa tem como vice Eudasio do Paju (Rede). Baima é ex-secretário da Juventude e ex-vereador da cidade, além de ter atuado no Governo do Estado durante a gestão de Camilo Santana (PT).
Júlio César Filho (Cidadania)
Júlio César Filho, candidato à Prefeitura de Maracanaú
ALCE/Divulgação
Licenciado da Assembleia Legislativa do Ceará, o deputado estadual Júlio César Filho (Cidadania) faz parte do grupo político que historicamente, rivaliza com a atual gestão. A convenção partidária, que ocorreu na quarta-feira (16), homologou o nome do parlamentar, que atua na Assembleia como líder do Governo.
Professor Carlos Eduardo (Psol)
Professor Carlos Eduardo, candidato à Prefeitura de Maracanaú
Divulgação
Em convenção no domingo (13), o Psol confirmou a chapa para concorrer ao Executivo municipal em Maracanaú: o professor Carlos Eduardo é o candidato a prefeito, enquanto Dervania é postulante a vice.
Roberto Pessoa (PSDB)
Roberto Pessoa, candidato à Prefeitura de Maracanaú
ALCE/Divulgação
O deputado federal licenciado Roberto Pessoa já foi prefeito de Maracanaú por dois mandatos. É também a principal liderança do grupo político que comanda a cidade há 16 anos. Pessoa chegou a tentar viabilizar o nome da filha, deputada estadual Fernanda Pessoa, para a Prefeitura do município, mas acabou optando por ser o candidato.
Cronograma
Veja o cronograma das eleições 2020:
a partir de 11 de agosto: emissoras ficam proibidas de transmitir programa apresentado ou comentado por pré-candidato, sob pena de cancelamento do registro do beneficiário
31 de agosto a 16 de setembro: convenções partidárias para definição de coligações e escolha dos candidatos. Podem ser realizadas por meio virtual
31 de agosto a 26 de setembro: período para o registro de candidaturas no TSE e início do prazo para que a Justiça Eleitoral convoque partidos e emissoras de rádio e TV para elaboração do plano de mídia
27 de setembro: início da Propaganda Eleitoral, inclusive na internet
15 de novembro: 1º turno das eleições
29 de novembro: 2º turno das eleições
15 de dezembro: último dia para entrega das prestações de contas
18 de dezembro: prazo final para diplomação dos eleitos
Funciona Assim: O que faz o prefeito?